sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Efeito Vulcão

Na terça feira passada algo aconteceu a Laura que nunca tinha acontecido antes.

     O tal efeito vulcão...
         

 Apesar do nome, nada tem haver com o vulcão... mas por experiência própria é bem parecido. (hehehe).
  Laura dormiu pouco, pulou sonecas e depois das 09 da manhã só foi dormir lá pelas 10 da noite. Para um bebê que dorme em média 15 horas por dia, dormir apenas 2 foi um baque (e dos grandes) para irritações, choro e o "tal efeito vulcão" que é quando o bebê não tira as sonecas do dia e "esquece" como se dorme (fica tão tão cansado que não consegue dormir, acontece muito com adultos também, com a diferença que sabemos que se trata de cansaço). Aqui em casa o jeito foi tentar tira-la do efeito vulcão, parar de tentar faze-la dormir, distraí-la com outra coisa e depois refazer a rotina de sono (banho quente, luzes baixas, um falatório mínimo ou uma histórinha, dar de mamar e pum, dormir (que aliás é BOM que a criança durma nos peitos para se sentir segura, tenho um texto ótimo que fala sobre isso...mas hoje não é esse assunto), sem pressa e com muita (e põem muita nisso) paciência.

  Resolvi escrever este post afim de ajudar outras mães sobre esse efeito.
 
  Do texto O efeito Vulcão- pular sonecas produz birra?  (tirado do grupo chá de fraldas do facebook. por Jô C. Jesus

  "Conforme o dia passa, suas necessidades biológicas exigem uma pausa na forma de soneca para reparar, refrescar e se ‘reagrupar’. Se o bebê não tira essa soneca o problema se intensifica: os estrondos e tremores se tornam uma explosão mesmo!Sem o descanso da soneca a pressão homeostática continua se acumulando até o final do dia, crescendo e se intensificando- como um vulcão- até que a criança estará completamente exausta, elétrica e incapaz de parar a explosão.

O resultado é uma batalha intensa na hora de dormir com uma criança exausta, ranzinza, ou um bebê que não consegue adormecer- não importando o quão cansado esteja.Pior ainda, uma criança que perde sonecas dia após dia acumula deprivação de sono que a põe no estágio do vulcão em erupção mais e mais rapidamente e facilmente."

"O conceito do vulcão ainda traz outra observação importante: Sonecas de qualidade podem compensar por sono noturno perdido- mas tempo extra de sono noturno NÃO compensa sonecas perdidas (devido ao conceito de pressão de sono homeostático).Portanto, não importa se a criança dormiu bem a noite ou não – suas sonecas diárias são importantíssimas para liberar a pressão de sono em ascensão."


Outros textos a respeito do efeito vulcão podem ser encontrados:






AME

      Faltam 15 dias para a Laura completar o AME (amamentação materna exclusiva), estou muito feliz com essa conquista! falta pouco.. já ouvi muito e sei que depois do primeiro ano vou ouvir ainda mais, mas continuarei firme e forte (ao menos quanto a isso).

      Por esse motivo já estou me armando (mais?!) e divulgo dois textos muito legais sobre amamentação exclusiva.

      Sei que é "chato" ler e obviamente não é necessário... mas não venha com argumentações contra a amamentação ao meu lado sem ao menos ler os textos abaixo.


ô semaninha...

Imagem quase ao vivo da pequena
Em tópicos:

   *Laura teve ontem febre de 39 graus, dei banho... a febre abaixou.. pedi para o pai dela voltar para casa correndo, ele voltou e ela melhorou totalmente, riu muito, ficou bem humorada, a febre sumiu e dormiu a noite inteira... ôô menina apaixonada pelo pai, viu? Era saudades...
    * Hoje dei uma de menasmain (gíria entre as mães que significa mãe incompetente), mandei a cria para a creche para eu poder dormir (AFF) e arrumar a casa, ela voltou mil vezes melhor... vai entender.
    * Obrigada pelos conselhos, ajudas e preocupações de quem ficou do meu lado e me deu apoio.
    * Babba, querido pai, ela não chora porque "não come", tá? rsrs... ela vai comer um dia, prometo! (ela esta bem melhor agora).
    * Ela retrocedeu um pouquinho quanto "ao rolar", "ao sentar", mas logo esta fazendo isso ainda melhor... por isso, vou adiar ainda mais uma semana ou duas na introdução alimentar (tenhamos calma).
     * Vou dar atenção para a Laura agora... depois volto aqui (ou não...)

                                          beijinhos, 
   





terça-feira, 28 de agosto de 2012

Crise? será?

Hoje foi trash  mega ultra trash.

   Neném com febre baixa, dormiu as 20 horas ontem... até as 22 e de lá só dormiu mesmo as 4:30 da manhã até as 06:30... e das 07:00 as 09:00. neste meio tempo conversou muito e chorou (não berreiro, choro do tipo "não me deixe sozinha")
  Ai a mãe ficou zumbi né? dor de cabeça trash + fome + peitos vazios (mamou exageradamente) = faltar na creche amanhã por não ter um pingo de leite para fazer a ordenha (que faço manualmente, o que depende de "peitcholas" com leite necessariamente).

   Associei um pouco com essa parte da crise:Esse é um dos saltos de desenvolvimento mais significativos e em que um maior número de mães costuma relatar alterações no sono. Provavelmente porque o padrão de sono parecia entrar num ritmo desde que o bebê nasceu, e essa alteração é vista como uma ‘regressão’, na qual o bebê tende a acordar bastante por algumas semanas enquanto está trabalhando no salto. E uma vez que esse salto está completo há somente 1 ou 2 semanas antes de começar a trabalhar no próximo , é um longo período de sono ruim e bebê irritado nesse estágio da vida.


   Mas também acho que é uma alteração de que se prepara para o alimento sólido mesmo, acho que leite não esta mais dando conta e agora fica sentada BEM mais tempo, dos indícios estão todos praticamente completos e ainda faltam 15 dias, veremos se começaremos um pouco antes da data X, vou descartar a possibilidade de crise mesmo e se eu achar que ela esta pronta (se eu sentir realmente isso, começo semana que vem... veremos, não temos pressa de nada).

    No momento estou só caco, hoje vou fazer igual mãe de recém nascido, dormir em todas as sonecas da filha... =(.

Me desejem boa sorte e que esta "crise" seja passageira...

PS: a outra possibilidade pode ser o dentinho...

PS2:clique aqui se você quer saber mais sobre as crises e como lidar com elas.


PS3: nunca deixe seu bebê chorando sozinho! "É preciso levar a sério a intensidade dos seus sentimentos. O bebê não está “chatinho”, “grudento” nem “manhoso”. Como a mãe é o seu mundo e representa sua segurança, e como a noção de permanência (ou seja, tudo que está longe do campo de visão) não está completamente estabelecida, essa angústia é muito acentuada. A maioria das conexões nervosas no cérebro são feitas na infância e a maneira com que lidamos com as emoções do bebê tem um efeito profundo em como essas conexões se refletirão na capacidade do bebê lidar com suas próprias emoções quando for adulto. Em outras palavras, experiências na primeira infância e interação com o ambiente são as partes mais críticas no desenvolvimento do cérebro da criança. (5)
O sistema de angústia da separação, localizado no cérebro inferior, está geneticamente programado para ser hipersensível. Nos primeiros estágios da evolução humana era muito perigoso que o bebê estivesse longe da sua mãe. Se não chorasse para alertar seus pais do seu paradeiro, não conseguiria sobreviver.
Então, quando o bebê sofre pela ausência dos seus pais, no seu cérebro ativam-se as mesmas zonas que quando sofre uma dor física. Ou seja, a linguagem da perda é idêntica à linguagem da dor. Não tem sentido aliviar as dores físicas, como um corte no joelho, e não consolar as dores emocionais, como a angústia da separação. Mas, infelizmente, é isso o que fazem muitos pais, por não conseguirem aceitar que a dor emocional de seu filho é tão real como a física. Essa é uma verdade neurobiológica que todos deveríamos respeitar."
    


Bainho é bom!


Laurinha tomando banho ontem a noite, se assustando com o flash da máquina e rindo muito com o papai tirando foto! 


                                   Olha mãe eu tirando foto!
             OPA! que clarão foi esse?
                                         
                            Pegando meus brinquedos!!
                               Viscoso mais gostoso!

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Fotos dos últimos dias


No Sábado, pronta para ir passear na Mooca =D
  Domingo: Comemos sapatos sim! e daí?
 Laura e Gabriel brincando juntos...
 Gabriel colocando Cinto de segurança na Laura, para ela ficar protegida
 quase conseguindo...

Laura hoje (Agorinha) brincando com seu pianinho novo que papai comprou.


Frase avulsa

Fim de semana parte I - desabafo.

Tópicos importantes deste fim de semana:

   * não comprar nada em um dia, e sair para comprar tudo no outro não é economia.
   * estar endividado não é sinônimo de fazer cartão novo.
   *eu amamento em público e sem problemas, e em praça de alimentação sim! ou você come em banheiro? porque minha filha não!
    *minha filha vai ser dependente, mimada e homossexual porque (veja só!) com 5 meses de idade ela quer ficar com a mãe! um absurdo! (ironia)
    * e eu sou uma pessoa carente e desequilibrada porque (veja só), eu mãe de uma menina de já 5 meses, ficaria com ela o tempo inteiro! (preciso falar que é mais uma ironia?)
    * não deu para dar o picolé de Leite materno.
    * "sua filha amamenta demais..." - oi? você que amamenta ela? eu não estou incomodada, ela também não, somos felizes assim e desculpe a palavra de baixo calão (que não vou colocar aqui, mas pensei diversas vezes) ¨%$#@...o que você tem haver com isso?

Tópicos mais importantes deste fim de semana:

      * tenho que aprender a me controlar e guardar as coisas para mim (mas não consigo).
      * Tenho que aceitar o fato da Laura ser um bebê ET e eu uma mãe ET, e não começar mais frases com "todo bebê..." e sim com " A Laura..." (faço isso muito e sempre levo um fora e um tapa na cara, hahaha).
      * Não tentar mudar o meu jeito com a Laura só com medo das pessoas olharem estranho ou feio... esse fato não vai mudar por mais que eu tente. (E por mais que eu tente agradar ou sorrir e balançar a cabeça quando ouço um absurdo, ou tentar ficar menos alegre quando alguém me faz um elogio (da criação) só para não mostrar "que não sou tão ET assim", tenho que aceitar o fato que sou um  ET, e isso tem consequências positivas e negativas e devo ser feliz com elas *PS: isso não quer dizer que é para sair respondendo tudo que pensa em casos negativos! CONTROLE-SE. PS2: e nem ficar fazendo posts como esse!!)

Acho que é só. ACHO.
     





    
 

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Enfim eu rolei!

Então estava eu de boa brincando com meus brinquedinhos na frente do espelho


                Consegui pegar a bolinha que tava lá longeee
   Mostrei para a Mamãe o meu feito
 (mamãe me virou de barriga para cima e eu querendo continuar a brincar de barriga para baixo, rolei =D)

               e mamãe consegui pegar o finalzinho dessa rolação...


  Não repeti ainda esse feito e não consigo desvirar de barriga para baixo para barriga para cima... Aos pouquinhos vou indo...

   =D 

Fashion



quinta-feira, 23 de agosto de 2012

brinquedos da mamãe I


Laura brincando com a garrafinha de sons e texturas que a mamãe fez! Repare na meia combinando com a ocasião.


                                                    Olha mãe que legal!


Garrafinha feita com arroz, feijão e milho (para dar o som e um pouco de cor... e por fora texturas  diferentes que encontrei pela casa (laço de presente, papel de presente, prendedor de chupeta, lacinho fofinho para amarrar cabelo...

Meia feita com meia e flor branca para pendurar no cabelo e a outra foi com lembrancinhas de maternidade.

   Fez sucesso!! (brincadeiras que devem sempre ser supervisionadas por um adulto por conter partes que podem se soltar).

Introdução Alimentar

Então falta pouco tempo para a Laura começar a introduzir alimentos, então mamãe esta atrás de BOA informação para saber exatamente  o que dá e quando dá.

 Uma das coisas que achei (no blog da minha amiga Carol aqui) é os sinais para mostrar que ela esta pronta para receber novos alimentos:

"... você vai notar alguns sinais de que o seu bebê está mudando, em preparação para a introdução alimentar em alguns meses. Você vai notar que:
- ele se torna mais sociável, brincando e mantendo "conversas" com você enquanto mama; sim
- ele passa por um pico de crescimento e mama mais frequentemente por um tempo; sim
- ele imita você mastigando enquanto come - ele está praticando! ainda não

Você vai saber que ele está realmente pronto para começar a comer sólidos quando:
- ele tem em torno de seis meses de idade; quase
- ele consegue sentar sem qualquer apoio; por pouco tempo
- ele continua com fome apesar de mamar com maior frequência, fato que não tem relação com doença ou dentição; não
- ele perdeu o reflexo de empurrar com a língua e não empurra sólidos para fora de sua boca; não
- ele consegue pegar coisas com o polegar e o indicador (movimento de pinça). sim.


Com 5 meses e 10 dias percebe-se que ela ainda não esta preparada para outro alimento...(ainda)...

Também fui procurar saber as primeiras coisas que é bom dar... a OMS não recomenda nenhum tipo de alimento específico, mas eu já estou bolando alguma coisa legal para ela mesmo pegar (na primeira vez).

   Neste site, que pegou de um texto do Carlos Gonzales, foca pontos importantes para essa introdução, que vale a pena ressaltar por aqui...


Pontos ImportantesTenha em mente os seguintes pontos, embora eles não devam ser tomados como dogma:
1. Nunca force uma criança a comer.
2. Amamente exclusivamente até 6 meses (sem papinhas, suco, água, chás, etc.).
3. Aos 6 meses, comece (sem forçar) a oferecer outros alimentos, sempre depois da mamada ao seio. Bebês não amamentados devem tomar 500ml de leite artificial por dia.
4. Introduza os alimentos um de cada vez, esperando uma semana entre comidas novas. Comece com quantidades pequenas.
5. Ofereça alimentos que contêm glúten (trigo, aveia, centeio) com precaução.
6. Quando cozinhar para o bebê, escorra bastante o alimento, evitando encher a barriga dele com água.
7. Espere até 12 meses de idade para introduzir alimentos altamente alergênicos (especialmente laticínios, clara de ovo, peixe, soja, amendoim e muitas outras comidas que já causam alergia em membros da família).
8. Não acrescente sal ou açúcar aos alimentos.

9. Continue amamentando por 2 anos ou mais.



     Além disso, contrariando novamente a médica, fui procurar sobre introdução tardia e o que encontrei não foi legal (diminui o desenvolvimento da criança) então resolvi que vou sim introduzir os alimentos quando ela estiver pronta (não aos 6 meses exatos, mas quando ela completar os itens que postei acima).
     
    Sábado ela vai tomar seu primeiro alimento Gelado, (fiquei doida?), seu primeiro picolé de Leite Materno!

  Adorando essa fase. dicas e sugestões quanto "o primeiro alimento" serão bem vindas, mas tenham o bom censo! 




quarta-feira, 22 de agosto de 2012

sem açúcar

Em um dos grupos vi este texto e meio que me ajuda a responder um pouco do porque não quero dar doce a Laura antes (pasmem) dos 5 anos! Mas a gente vai caminhando aos poucos, primeiro falo que só até 1 ano depois vou estendendo este prazo (quem sabe abro exceção em festinhas de aniversários e datas comemorativas e olhe lá). Vou com calma, já choco muito quando abro a boca para falar do que faço com ela. (espero que ninguém descubra minhas intenções malévolas de amamentar até ela entrar na faculdade, rsrs). 

Então, esta aí abaixo, mais um texto para quem quer entender minha cabeça insana de mãe (ou de mãe insana?).o site de aonde ele foi tirado esta logo abaixo.






Sem açúcar, com afeto ou porque não dar açúcar ao bebê!
Sempre me perguntam, por quê não dar açúcar ao bebê?
Ou então: posso dar açúcar orgânico, mascavo, produto adoçante?

O seguinte: a resposta inicial, todo mundo já sabe. Açúcar branco é caloria vazia, logo, não faz bem pra ninguém, dieteticamente falando.
Essa caloria vazia pode ser traduzida em excesso de peso lá na frente - uma das doenças de mais difícil tratamento: a obesidade.

Mas tem um motivo mais profundo aí. Que eu vou explicar agora.

A necessidade de comer açúcar (alimentos doces) é do adulto. O bebê está provando tudo. Ele não sabe, por exemplo, que o suco de maracujá tem que ser adoçado. Sério. Ele vai aprender o que você mostrar a ele.
Ele não sabe que a banana pode ficar melhor com açúcar. Ou não.
A necessidade é nossa, não do bebê.

Só que, por natureza, o bebê já vem gostando de doce de fábrica. Ofereça açúcar, iogurte adoçado, chocolate, pirulito e geralmente você verá um bebê que vai comer e se lambuzar. A lactose do leite materno é levemente adocicada.

Por isso, não é um dos paladares que nós, mães, devemos ensinar ao nosso filho. Esse ele já gosta. Lição aprendida. Agora, devemos introduzir o azedo, amargo, salgado, ácido, etc

Quando mais oferecermos os alimentos adoçados artificialmente, mais o bebê vai querer só alimentos adoçados. Fica mais difícil introduzir os outros sabores. E quem tem filho maior sabe... quando chegar em 1 ano, 1 ano e meio ou 2.... o apetite voraz dos nossos pequeninos naturalmente diminuí. Por isso, mais de 50% das mães confirmam que tem dificuldades alimentares em casa. Ou o filho "não come" ou o filho é seletivo. Gosta de 4, 5 8, 10 tipos de alimentos e só.

E é desse seletivo que eu vou falar. Se você der, antes do tempo, alimentos ricos em açúcar, pode ser que 4 entre estes 8 alimentos que ele vai comer, tem açúcar.

Vivemos para educar nossos filhos. E educação alimentar (eu não canso de repetir) também é educação! Educar o paladar do seu filho é um papel seu também. Ele vai comer o que aprender comer.

Par terminar, gostaria de relembrar é que normal e esperado querer dar doce ao bebê. Ou outras pessoas quererem. Gente, acredite, quem quer dar açúcar ao bebê o ama de verdade! Nada de culpa!
É porque, como dizia a música do Chico Buarque, o açúcar pode ser um método, como posso dizer, de sedução. De carinho, de amor. Queremos agradar quem amamos, e geralmente, adoramos doces. O bebê também vai adorar. Por que não dar esse carinho a ele?

É difícil, mas o motivo é nobre. Não, seu filho não irá morrer se comer açúcar. Ele pode comer um dia, e no outro dia estar bem (ou não). Mas isso, com certeza, irá dificultar a educação alimentar dele. Além de ser calorias vazias. Além de mascaram o sabor original do alimento. Além de dar cárie. Além de predispor o bebê a doenças sérias como obesidade e todas as suas complicações.


Os motivos são muitos. E tudo tem seu tempo, né? Logo mais ele vai comer o doce tão esperado. Mas quando o comer, já irá gostar de muitos outros alimentos. E aí, poderá comer um pedaço apenas e dizer: "hum, que delícia, muito obrigado, estou satisfeito!"

(válido para todos alimentos com açúcar em sua composição!)


http://nutricionistainfantil.blogspot.com.br/2012/07/sem-acucar-com-afeto-ou-porque-nao-dar.html?spref=fb

Visita = Maíra!


      Hoje tivemos a visita da Maíra, Laurinha brincou pouquinho... veio da creche meio cansada, foi dormir logo! Mas já valeu!!
     

terça-feira, 21 de agosto de 2012

O que vocês acham de eu ter um desses?



      É perfeito com crianças e cumpre todas as exigências iniciais que fiz para se ter novamente  um cachorro. Vinícius quer muito e... antes um cachorro do que outro filho (em quesito trabalho, ao menos). 
       Estou na dúvida se deixo ou não se ter um desses, uma hora me convence que sim a outra não quero mais saber, vida sem ter um cachorro de certo não é uma vida plena e meu coração diz SIM, SIM! minha razão diz NÃO NÃO! Aff, não sei quem obedecer.
   
      O favorável é que já estou em casa mesmo, dá para cuidar e educa-lo direitinho, o desfavor é que não vou ficar o resto da vida dele em casa e isso pode causar problemas no futuro. A favor temos uma bebê que sempre fui doida para que crescesse com um animalzinho, o problema é que cachorro + bebê + casa é trabalho em dobro.

       E aí? o que vocês acham da combinação bebê + cachorro? devo ou não devo ter um desses?


  - A resposta poderá ser dada na enquete ao lado (devo ter um cachorro?) que não tem identificação e se quiser poderá justificar comentando neste post! =D

Dia de Pediatra



Então fomos ao pediatra (o mesmo), consulta do mês.


Na real, me surpreendi. pensei em entrar, ouvir e sair. 
Chegamos na sala e Laura já vem com um típico sorriso de quebrar coração, que de cara amolece o coração da médica. Super atenciosa examina suas coordenações motoras, falo que Laura não rola... ela ri "fica de pé, fica sentada mas não rola?" ela incentiva a Laura a rolar e Laura quase vai, músculo tem, capacidade tem, falta um tico de coragem da parte dela de ir de vez, essa coragem vem com o tempo, acho que ela prefere as alturas a ficar rolando...
Pelas expressões da Laura ela afirma, "o pai dela esperou muito ela, não é mesmo? incentiva muito ela, percebemos isso pelas expressões" - ela explica que só a mãe não faria um bebê tão sorridente e estimulado por n motivos que agora não sei explicar. (haver com a mãe ser a necessidade básica e o pai o "Q" a mais que forma a personalidade e o estímulo da criança), ela acredita que o primeiro ano da vida da criança vai formar todo o adulto que será no futuro. Legal...
O tal dente que mencionei abaixo é só enganação, não tem dentinho nenhum nascendo não, é só ainda a famosa fase oral que dura ainda um tempo... 



Pesamos: 1 kilo a mais que mês passado! (UAU!)
7 kilos
Medimos, 63cm...

Mas o que mais me surpreendeu não foi nada disso, foi a surpresa dela e a "mudança repentina", Laura esta com 5 meses, mês que vem iríamos começar a dar comida, certo?? estava pronta para ouvir que ela ia introduzir leite de vaca, industrializados e afins... MAS... NÃO!
A Dr. quer expandir o aleitamento exclusivo até os 7 meses!! (o que??) porque realmente dá resultados e ela esta super saudável e desenvolvidas, então não é necessário "sair" correndo para introduzir nada! foi neste momento que quase a beijei! então em fim, todo meu esforço não foi só recompensado com um bebê mega saudável, mas foi também admitido por uma Dr. XYZ. (o esforço não é de amamenta-la, mas de ouvir e sorrir em todas as abobrinhas que ouvi pelo caminho...), Vinícius acha que ela esta me fazendo de cobaia... se for, eu aceito. se tiver seguindo meus objetivos... 
Mas ainda não tive tempo de pensar se eu não vou realmente introduzir nada, porque vejo que a Laura já tem uma curiosidade de saber  o que a gente põem na boca... (mas de qualquer forma, tenho ainda 1 mês aí para ir pensando).

Depois da consulta fomos visitar o vovô na banca, Laurinha passeou com ele um pouquinho e depois fomos almoçar no shopping (japonês, amei... sogrão nem tanto, rsrs). 
Acompanhamos vovô no banco e Laurinha aproveitou o silêncio e a temperatura mais amena para dar uma cochiladinha da tarde, mamãe ficou papeando com os seguranças... (foto)


    Mais no fim da tarde passamos um tempo relativo no fraldário do shopping e passeamos um pouquinho, mamãe comprou um presente para o papai (chocolate!) que ele já devorou metade! hahaha e comprou uma lancheira térmica pequena para a escolinha ( voltar com 3 malas + 1 criança = 40 minutos em 100 metros, agora talvez eu diminua esse tempo para 10min (será?)).
     Voltamos exaustos, Laurinha dormiu "logo", deu para curtir um pouco a noite e o dia em fim, over.
       um bom dia posso dizer... =D


PS: tirinha que me lembrou a consulta de ontem e a reação de muitas pessoas mundo a fora... é só clicar em cima para ver tamanho ampliado! =D

      

domingo, 19 de agosto de 2012

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Passeio no meio da semana...

Mãe doida hoje chamou as outras mães e fomos todas para o SESC POMPEIA, almoçamos e Laura ficou pela primeira vez no caldeirão mordendo os brinquedos (curti), a "brinquedoteca" estava fechada, então ficamos no espaço com livros infantis, passou rápido, mas ao meu ver valeu a pena. Acho legal e bom esse contato da Laura com outras crianças e bebês. taí  as únicas fotos que tirei deste dia agitado.


Laura

       Maternas com os babys em ação.





quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Laura 5 meses

E o tempo passa mais rápido que um foguete e a minha recém nascida agora é já uma bebê linda e cheia de expressões. 
No último mês ela aprendeu a ficar sentadinha durante alguns minutos, sorri muito, dorme no bercinho todas as noites e esta muito mais tranquila faze-la dormir, reconhece mamãe, papai e talvez o nome, segura objetos o tempo que quiser e põem tudo na boca. não rola, essa parte ela pulou, mas fica de pé com apoio durante alguns minutos também.
Começou a creche e a interação com as crianças, ontem demonstrou um "ciumes" com a Nina (2 anos) que veio em casa e mexeu em seus brinquedos. 
Princesinha vai crescendo rápido. Chega a assustar, agora o dentinho vem vindo...
Mais um mês e começa a introdução alimentar, estou muito feliz de estar chegando á um dos meus objetivos essenciais (amamentação exclusiva até os 6 meses) e agora mamãe vai a busca das melhores opções de alimentos, aprendendo aos poucos. 
Vem uma saudades dela pequetica e ao mesmo tempo vem a ansiosidade dela crescer e eu ver este desenvolvimento incrível.
 Ser mãe é sempre uma delícia. 





Laura com quase 2 semanas




Ps: aproveito o dia para lembrar minha filhota canina que hoje faria 13 anos - com imensas saudades de sua mamãe humana. Amor é amor, em qualquer forma de manifestação. Obrigada pelo aprendizado e por ter me acompanhado na construção de uma vida, só assim pude compreender e superar o inesperado da morte. 

Ps2: Parabéns Abigail! ;) 

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Dentinho vindo!

E hoje a Laura acordou as 08 aos berros! chorou, chorou e chorou e nada funcionava, achei que era nariz entupido, achei que era febre, tentei acalmar de tudo que é forma, mas nada funcionava, acabei distraindo ela com televisão e ela rapidinho deu um jeito de pegar no meu dedo e Créuu (doeu!), e mordia mordia e fazia um som de satisfação! Na hora já deu para identificar a ponta no meu dedo e a coceira característica da região, já mostrou tudo! dentinho nascendo. Delicinha... comemorei muito e ela se entusiasmou por estar virando uma garotinha, :) coloquei a pulseira no ambar, dei um mordedor e tudo se acalmou. ótimo! dente vindo sempre é uma alegria.

A pontinha do lado esquerdo, meio no cantinho (sim, não é o dente da frente exatamente)
 Ela se "aliviando" com o mordedor.

Parabéns filhota! Mamãe se entusiasma com cada transformação e progresso!

Te amo e passaremos juntas nessa! S2

Sabadão

Depois de uma manhã meio conturbada (ok, meio foi pouco), fomos finalmente ao Higienopolis, almoçamos na casa dos benzinhos, Laura tocou piano, viu a tia Re, passeou no parque da água branca e voltamos direto para casa, cansados. A seguir fotos:

     Laura com a tia Renata.
      Laura com mamãe
      No parque da água branca
      Com o pavão

      Tocando I-piano no I-Pad.

     Com a Benzinha! 
  O  mico leão que não era dourado, rsrs
 Benzinha tomando conta da Laurinha, enquanto a mãe doida vai atrás dos bichos.
 Laura a galinha de angola (ou gangola?)
 Troca de roupa. hehehe

Pai.


foto by Ricardo miyajima 

   Quantos são os pais que sonham com seus filhos antes de serem concebidos? que engravidam junto? que atravessam o trabalho de parto ali, pertinho, olhando nos olhos, chorando junto? Quantos são os pais que pegaram os seus filhos primeiro? que trocaram a fralda primeiro? que deu banho junto? que acompanhou cada passo, cada descoberta, mesmo de longe? que chega bem tarde, acorda muito cedo mas sempre tem tempo para ninar a filha? que para ela e por ela, não existe cansaço? E acima de tudo explode amor.
   Esse pai, sem dúvida é o melhor do mundo!
   E esse dia sem dúvida encaixa perfeitamente com você, amor, Feliz primeiro dia dos pais.

   Te amamos,

Aline e Laura.


PS: e para não perder a oportunidade, feliz dia dos pais aos segundos melhores pais do mundo, ao meu pai e ao meu sogro ;). 

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Papais animais


Qualquer semelhança é mera realidade ;)


Girafa-pai cuida de filhote no zoo de Berlim
Foto: Maya Hitij/AP - 15/05/2009



Papai leão com seu filhote em um rochedo na África. 
"tudo que o sol toca é seu"
                                                                                                           Posts especiais dia dos pais